Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Panterices

Um blog para quem, como eu, gosta de gatos e adora gatos pretos!

Panterices

Um blog para quem, como eu, gosta de gatos e adora gatos pretos!

Minha gata, minha guru

Junho 28, 2017

Imagine que está a chegar a casa, depois de um dia de trabalho. Ou esteve 3 dias fora de casa. Aconteça o que acontecer, a seu gata vai recebê-lo sempre da mesma maneira – está junto da porta, tenta sair enquanto você abre a porta, segue para a cozinha enquanto você fecha a porta e fica à sua espera, deitada de barriga para o ar, junto à máquina de lavar a louça, à espera de festas na barriga e quando faz as festas ouve o ronronar mais delicioso desde planeta. Depois vai até ao arranhador esticar as patas. É espantoso, não é?

 

A minha pessoa, porém, nunca gostou muito de gatos. Até ao dia em que conheci o Bigodes* e a Riscas*. No dia em que o meu filho me diz que é o único da turma que não tem um animal de estimação senti um aperto no coração tal que lhe disse "O cão precisa de muita atençao, muitos passeios à rua e nós não temos vida para ter um cão. Mas podemos ter um gato." Coincidiu com a altura em que a Riscas teve outra vez filhotes*.

 
Dessa vez a Riscas escolheu a nossa garagem para ter a ninhada. Nasceram 4. 1 foi morto por um gato malvado que entrou na garagem. Ficaram 3 e dos 3 o filhote escolheu o seu preferido. Um gato preto que na altura não sabiamos se era gato ou gata.
 
Entra assim em cena a Pantera, uma gata Europeu comum, de pelagem preta, com os olhos verdes mais cativantes deste planeta. Já não sabemos viver sem ela.  
 
O texto acima foi inspirado no resumo do livro "Meu cão, Meu guru", mas o melhor será mesmo ler o original aqui
 
Publicado pela Lua de Papel, "Meu cão, meu guru" é a novidade desta semana nas livrarias.
 

350_9789892339160_meu_cao_meu_guro.jpg

 

Escrito por Gilles Moutounet, o autor é fã de cães, e muito provavelmente não lê este blog, mas não faz mal que eu não sou pessoa de guardar sentimentos negativos e escrevo na mesma sobre o livro que escreveu

 

*Todos os gatos da ninhada da Riscas encontraram um lar. A Riscas foi adotada e esterilizada. O Bigodes continua na rua, está velhinho e muito mijão. Continua com ração e uma casota cá fora para dormir. 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D